Empresa de cannabis dos EUA compra operação de concorrente por US$ 1,1 bi

A Curaleaf Holdings, do estado americano de Massachussets, anunciou que comprará por US$ 1,1 bilhão as operações da Cura Partners, que atua no Oregon, valor que representa o maior negócio da história entre empresas que vendem maconha legalmente nos Estados Unidos.

A aquisição da Cura Cannabis e da Select Oils é outro passo no nosso caminho de criar a marcar de cannabis mais potente e acessível do país, disse o diretor-executivo da Curaleaf Holdings, Joseph Lusardi, em comunicado.

A Cura Cannabis, empresa mais importante do setor em Oregon desde que o estado legalizou o uso recreativo de maconha em 2014, é dona da marca Select Oils, a quarta maior na venda de óleos de cannabis que são usados em vaporizadores.

A companhia opera nos estados da Califórnia, Arizona e Nevada. Com cerca de 500 funcionários, a Cura Cannabis obteve US$ 117 milhões em receita no ano passado, o triplo de 2017.

A popularidade dos vaporizadores para o consumo de maconha cresceu muito entre os consumidores. E a empresa, além de possuir a própria marca, comercializa muitas das outras presentes no mercado.

O valor do acordo subiu dos US$ 949 milhões acertados inicialmente para US$ 1,1 bilhão desde que a notícia da negociação vazou, provocando uma alta de 14% nos papéis da Cura Partners.

Com a aquisição, a Curaleaf Holdings agora terá presença em 15 estados onde a maconha é legalizada nos EUA. O diretor da Cura Partners, Cameron Forni, que seguirá na companhia que surgirá a partir da negociação, disse que a venda é uma “união de forças” para avançar na legalização do produto.

O valor da transação deixa claro o potencial que os investidores veem no setor para o futuro.

Fontes: Agência EFE e UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *