China cultiva cannabis para fornecer CBD a outros países, diz The NY Times

De acordo com a reportagem do jornal mais lido do mundo, The New York Times, o diretor da fábrica Hemp Soul, Tian Wei, da província de Yunnan, na China, “a legalização tem poucas chances de chegar à China, mas as empresas começaram a cultivar a planta para atender à demanda externa por canabidiol”, informa o jornal americano.

Ainda segundo a reportagem, ao menos duas de 34 regiões da China estão liderando um “boom de cultivo de cannabis” para produzir o canabidiol (CBD). O destino é claro: o setor de beleza americano e que está virando mania de saúde e beleza do consumidor em diversos lugares do planeta. Lembrando que a China tem uma das mais rigorosas políticas de controle de drogas no mundo.

Para Tan Xin, executivo-chefe do Hanma Investment Group, que em 2017 se tornou a primeira companhia a receber permissão de extrair o canabidiol aqui no sul da China, “a cannabis tem um potencial enorme”, afirmou ao The New York Times.

Atualmente, os produtos químicos advindos do canabidiol são comercializados para o mundo em óleos, sprays e bálsamos, para o tratar insônia, acne e até mesmo doenças tais como a diabetes e esclerose múltipla. “A ciência, até agora, não é conclusiva”, alerta o periódico americano.

Leia mais em: https://www.gazetadopovo.com.br/mundo/china-ganha-dinheiro-com-a-legalizacao-de-cannabis-em-outros-paises

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *