[Opinião] Como a Cannabis pode ajudar na reabilitação de pacientes da COVID-19

Ana Gabriela Baptista *

Podemos observar que pacientes, pós Covid-19, síndrome causada pelo novo coronavírus, em um difícil cenário onde ainda não há vacina ou remédio específico, algumas vezes há necessidade de passar por um processo de reabilitação.

Possivelmente, os casos onde foi necessário o uso da ventilação mecânica poderão ter sequelas, como diminuição da força e resistência da musculatura respiratória, podendo em alguns casos existir alteração na expansão pulmonar.

Dentro desse cenário, onde os pacientes apresentam um processo inflamatório, alteração de coagulação os canabinoides poderiam ter um papel interessante, pois promovem a homeostase, ou seja, um equilíbrio do metabolismo.

Por atuarem no sistema endocanabinoide, este tem potencial de modulação de outros sistemas do nosso corpo, os canabinoides podem oferecer equilíbrio ao organismo agindo no sistema imunológico.

Estudos ainda são necessários para comprovação, mas a correlação com a fisiologia humana e a bioquímica poderiam levantar essa hipótese para futuros estudos. Existem países como Israel onde já iniciaram essas pesquisas.

Para essa terapia pode ser  interessante o uso do extrato de cannabis em sua forma oleosa, pois a forma fumada pode expor o paciente a gases tóxicos para o alveolo pulmonar, onde a Covid-19 já traz alterações pulmonares significativas, então o uso do óleo rico em CBD, seria uma forma de se pensar para possíveis pesquisas clínicas.

Referência: https://www.cannabisesaude.com.br/como-esta-sendo-a-reabilitacao-dos-pacientes-pos-covid-19-e-de-que-forma-a-cannabis-pode-ajudar/

Ana Gabriela Baptista é fisioterapeuta, consultora técnica e científica em terapia canabinoide.

2 thoughts on “[Opinião] Como a Cannabis pode ajudar na reabilitação de pacientes da COVID-19

  • maio 23, 2020 em 3:44 pm
    Permalink

    Interessante esse texto. Muitos pacientes saem da ventilação mecânica com fraqueza muscular importante da musculatura periférica. O CBD em sua formulação oleosa teria algum efeito potencial na recuperação desse tipo de fraqueza também? Quanto a forma inalatória (fumada), não vejo qualquer vantagem, só aumento de riscos devido à grave lesão das células das vias respiratórias causada pelo vírus

    Resposta
  • maio 23, 2020 em 7:15 pm
    Permalink

    Obg prof, observamos que esses pacientes pós internação prolongada, podem apresentar alterações músculo- esqueléticas (Síndrome do Imobilismo), sendo que aproximadamente 40% do nosso organismo é composto por músculo esquelético, e a imobilização (inclusive por contaminação, a fisioterapia fica limitada e também por instabilidade hemodinâmica dos doentes) trás mudanças bioquímicas da matriz dos tecidos conectivos, levando a diminuição de síntese protéica, alteração na homeostase glicêmica, atrofia de fibras tipo I e II, diminuição de sarcômeros levando a um processos de dor e inflamação, seria interessante o uso dos canabinoides, já que sabemos que a substância cinzenta periaquedutal possui receptores CB1, alterando a sensibilidade a dor e também é encontrado receptores CB2 nos monócitos, macrófagos, células B e T podendo agir na inflamação. Concluindo, os canabinoides poderiam atuar na dor e na inflamação, juntamente com um programa adequado de reabilitação destes pacientes, havendo uma melhora interessante no pós Covid 19. Estudos precisam ser engajados para comprovação científica.

    Resposta

Deixe uma resposta para Carlos R. R Carvalho Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nosso conteúdo

Como forma de respeito a todos os conteudistas e leitores, referenciamos nossas fontes de informação colocando seus links. Além disso, sabemos que isso facilita as pesquisas de estudantes, professores, pesquisadores, empreendedores, profissionais e, dessa forma, o ecossistema se fortalece como um todo. \o/
Licença de uso
CC BY

Utilizamos a licença Creative Commons CC-BY (Atribuição 4.0 Internacional), ou seja, resumidamente, qualquer um pode:

Compartilhar: copiar e redistribuir o conteúdo de nossas postagens em qualquer meio e formato;
Adaptar: editar, remixar, transformar, e construir a partir de nossas postagens com qualquer propósito, até mesmo comercial.

Sob o seguinte termo:

Atribuição: ao utilizar (compartilhar/adaptar) o conteúdo de nossas postagens, seja para encontrar novas fontes de conteúdo, o responsável deve dar os devidos créditos ao nosso canal, referenciando-o com o link para o material consultado.

Essa licença está entre as mais abertas e é aprovada pelo Free Cultural Works, ou seja, é uma licença que está de acordo com as liberdades essenciais de uso, compartilhamento e edição de conteúdo

License

Creative Commons License AttributionCreative Commons Attribution
[Opinião] Como a Cannabis pode ajudar na reabilitação de pacientes da COVID-19