Pesquisa ‘boca a boca’: consumidores norte americanos falam mais sobre CBD e Cannabis Medicinal

Pesquisa pública, captada em redes sociais, e realizada pela New Frontier Data mostra que os norte americanos estão cada vez mais familiarizados com as propriedades terapêuticas do canabidiol

De acordo com a empresa que fornece relatórios para o mercado da Cannabis no mundo, o CBD tem experimentado um aumento vertiginoso – tanto no uso quanto na conscientização dos consumidores, nos últimos anos. 

Conforme relatado recentemente pela New Frontier Data, uma esmagadora maioria (86%) dos norte americanos está familiarizada com o CBD. “Vale ressaltar que a conscientização desse público não se baseia na cobertura da mídia e na publicidade; muitas das informações que as pessoas coletaram sobre o CBD vêm de suas próprias redes sociais”, informam.

Em um relatório recente, US CBD Consumer Report: Archetypes and Preferences, pesquisadores da New Frontier Data descobriram que as pessoas estão falando sobre o CBD e compartilhando seus pensamentos e experiências com os que os rodeiam. Tais interações são fatores-chave na formação das percepções e crenças que os indivíduos têm sobre o CBD e, finalmente, se decidem experimentá-lo.

Sem revalar a base de entrevistado, a empresa informa que dos participantes da pesquisa, 73% relataram ter tido alguma conversa sobre CBD, com quase dois terços (63%) daqueles ouvidas as opiniões positivas. 

Para os consumidores de CBD, os números foram ainda mais altos, com 96% relatando conversas sobre CBD (e 87% deles sendo positivos).  Independentemente de as pessoas terem usado CBD, o canabinóide parece ter altos níveis de reconhecimento de nomes e de positividade geral.

A importância das redes sociais para a discussão do CBD vai além de simples conversas. Cerca da metade (51%) de todos os americanos declara ter amigos ou familiares que consomem CBD. 

As pessoas que conhecem e interagem com outras pessoas que usaram o CBD se familiarizam com os tipos de produtos e internalizam suas impressões sobre seus efeitos no dia a dia desses consumidores. 

Tais fatores trabalham em conjunto para aumentar a consciência e a familiaridade com o CBD. A dinâmica parece particularmente verdadeira para os americanos mais jovens, pois 63% dos entrevistados entre 18 e 34 anos ,conheciam amigos ou familiares que consomem CBD; entre as idades de 55 anos ou mais, 41% disseram o mesmo.

Aproximadamente 9 entre 10 (88%) consumidores de CBD relatam ter amigos ou familiares que utilizam o produto. Entre os consumidores de CBD, 84% relatam ter recebido o CBD de alguém que conhecem. 

Da mesma forma, mais da metade (56%) dos consumidores de CBD o recomendaram a outros. Assim, grande parte da popularidade da CBD se baseia no compartilhamento de experiências entre os consumidores.

Embora o status compartilhado da CBD e produtos relacionados tenha sido indubitavelmente elevado pela cobertura da mídia, patrocínios de perfis online [de empresas e profissionais], campanhas publicitárias e marcas do mercado de massa, que entram nesse nicho, a importância de experiências relacionadas e recomendações “boca a boca” não pode ser deixada de lado. 

O crescimento do mercado de CBD está integralmente ligado aos consumidores que encontraram valor em tais produtos e que compartilharam abertamente suas experiências e impressões com outras pessoas.

relatório mais recente do consumidor sobre CBD dos EUA é uma continuação da série de pesquisas em andamento da New Frontier Data, que examina os mercados da América do Norte e do mundo para fornecer informações detalhadas sobre o crescente segmento da indústria legal de cannabis.

As informações são da New Frontier Data, com edição do Green Science Times

Creative Commons License AttributionRepublish

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Nosso conteúdo

Como forma de respeito a todos os conteudistas e leitores, referenciamos nossas fontes de informação colocando seus links. Além disso, sabemos que isso facilita as pesquisas de estudantes, professores, pesquisadores, empreendedores, profissionais e, dessa forma, o ecossistema se fortalece como um todo. \o/
Licença de uso
CC BY

Utilizamos a licença Creative Commons CC-BY (Atribuição 4.0 Internacional), ou seja, resumidamente, qualquer um pode:

Compartilhar: copiar e redistribuir o conteúdo de nossas postagens em qualquer meio e formato;
Adaptar: editar, remixar, transformar, e construir a partir de nossas postagens com qualquer propósito, até mesmo comercial.

Sob o seguinte termo:

Atribuição: ao utilizar (compartilhar/adaptar) o conteúdo de nossas postagens, seja para encontrar novas fontes de conteúdo, o responsável deve dar os devidos créditos ao nosso canal, referenciando-o com o link para o material consultado.

Essa licença está entre as mais abertas e é aprovada pelo Free Cultural Works, ou seja, é uma licença que está de acordo com as liberdades essenciais de uso, compartilhamento e edição de conteúdo

License

Creative Commons License AttributionCreative Commons Attribution
Pesquisa ‘boca a boca’: consumidores norte americanos falam mais sobre CBD e Cannabis Medicinal