Deputado Estadual Caio França fala sobre aceitação da Cannabis Medicinal: “Maioria dos que ainda tem preconceito tem falta de informação”

Por: Stella Oliveira | Foto: Divulgação | 13 de dezembro de 2019

O Deputado Estadual Caio França apresentou um projeto na Assembleia Legislativa de São Paulo propondo que a Cannabis Medicinal seja provida gratuitamente para pacientes do Estado, via SUS.

O PL propõe inclusive que sejam feitos debates públicos e troca de informações sobre os usos possíveis dos produtos derivados da cannabis para a saúde.

Em conversa, ele falou sobre a aceitação do tratamento com cannabis pelo público em geral e também por políticos que ainda não se convenceram dos benefícios que a planta pode trazer:

Prefiro acreditar que a esmagadora maioria que tem o preconceito é por falta de informação, porque não tem conhecimento sobre a parte técnica, sobre o uso que as famílias já vêm fazendo…

Se a pessoa, após ter ouvido familiares, usuários, a medicina [continua com essa opinião], aí sim entendo que a pessoa não quer entender a realidade. Aí de fato é um retrocesso, mas prefiro ficar com o fato de que o preconceito é falta de informação.

França também comentou sobre a importância da difusão de informações sobre quem já se trata com a cannabis medicinal:

As famílias são as grandes motivadoras, para que possamos não só pautar o projeto, mas fazer a defesa dele com segurança.

É claro que a ciência e a medicina são importantes, porque dão subsídios, mas o exemplo prático arrasta. Quando você tem contato com alguém que faz a utilização e mudou sua qualidade de vida, somente se você não quiser mesmo entender o assunto que você não passa a defendê-lo.

Eu não conhecia ou sabia de alguém que fazia a utilização no meu convívio, antes de apresentar o projeto, depois que apresentei, acabaram unindo pontos, estou muito seguro do que estou falando.

Creative Commons License AttributionRepublish

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Nosso conteúdo

Como forma de respeito a todos os conteudistas e leitores, referenciamos nossas fontes de informação colocando seus links. Além disso, sabemos que isso facilita as pesquisas de estudantes, professores, pesquisadores, empreendedores, profissionais e, dessa forma, o ecossistema se fortalece como um todo. \o/
Licença de uso
CC BY

Utilizamos a licença Creative Commons CC-BY (Atribuição 4.0 Internacional), ou seja, resumidamente, qualquer um pode:

Compartilhar: copiar e redistribuir o conteúdo de nossas postagens em qualquer meio e formato;
Adaptar: editar, remixar, transformar, e construir a partir de nossas postagens com qualquer propósito, até mesmo comercial.

Sob o seguinte termo:

Atribuição: ao utilizar (compartilhar/adaptar) o conteúdo de nossas postagens, seja para encontrar novas fontes de conteúdo, o responsável deve dar os devidos créditos ao nosso canal, referenciando-o com o link para o material consultado.

Essa licença está entre as mais abertas e é aprovada pelo Free Cultural Works, ou seja, é uma licença que está de acordo com as liberdades essenciais de uso, compartilhamento e edição de conteúdo

License

Creative Commons License AttributionCreative Commons Attribution
Deputado Estadual Caio França fala sobre aceitação da Cannabis Medicinal: “Maioria dos que ainda tem preconceito tem falta de informação”